As informações disponíveis no Blog possuem apenas caráter educativo. Procure um fisioterapeuta dermato-funcional e faça uma avaliação e procedimentos estéticos com segurança.

quarta-feira, 18 de março de 2009

ELETROLIPÓLISE



CARACTERIZA-SE PELA APLICAÇÃO DE UMA CORRENTE ESPECÍFICA DE BAIXA FREQUÊNCIA (25 Hz) QUE ATUA DIRETAMENTE NOS ADIPÓCITOS. ESSE TRATAMENTO É INDICADO PARA GORDURA LOCALIZADA E FIBROEDEMA GELÓIDE (CELULITE).

A estimulação elétrica provoca diversas modificações fisiológicas no adipócito como aumento do metabolismo celular, incremento do fluxo sanguíneo local e facilita queima de calorias.

A corrente elétrica produz calor ao atravessar o tecido. O ligeiro aumento de temperatura contribui para a vasodilatação, a corrente atua com estímulo direto nas inervações promovendo uma ativação da microcirculação.

A lipólise se realiza graças a uma enzima hormônio dependente a triglicerideolipase. Esta enzima desintegra os triglicerídeos em ácidos graxos e uma molécula gliceral.

A corrente elétrica estimula o sistema nervoso simpático que leva a uma lipólise fisiológica, somente o mecanismo de disparo dessa lipólise é "artificial". O SNS estimula uma liberação de catecolaminas em virtude do aumento do AMP cíclico e aumento da hidrólise dos triglicerídeos.

A corrente atua diretamente no nível dos lipídeos acumulados, que consequentemente produz sua destruição e favorece sua posterior eliminação. Deve-se adicionar atividade física para facilitar essa eliminação, pode ser usado neste caso também a aplicação de corrente russa.

A intensidade deve ser aumentada em função da sensibilidade, sem resultar em dor intensa. Porém esta nao deve ser agradável e sim suportável. Na sessão é preciso aumentar progressivamente a intensidade da corrente durante o processo de acomodação.

As correntes podem ser contínuas ou alternadas. A distância ideal entre as agulhas é de 5 cm e a máxima deve ser 10 cm; o tamanho ideal da agulha é de 0,30 mm de diâmetro ( descartáveis).

INDICAÇÕES:

- Fibroedema gelóide (Celulite);

- Gordura Localizada.

CONTRA-INDICAÇÕES:

- Pinos ou placas; - Gravidez; - Cardiopatias; - Insuficiência Renal; - Alterações Dermatológicas na área tratada; - Neoplasias; - Trombose venosa profunda.

FISIOTERAPIA DERMATO-FUNCIONAL

3 comentários:

Anônimo disse...

Olá paula,

Meu nome é Luciula, estou no 8º período de fisioterapia da Faculdade Mauricio de Nassau, Recife -PE. Estou pensando em fazer uma monografia sobre Eletrolipolise no FEG associado a corrente russa. Você tem alguns artigos sobre?
Se tiver me envie, por favor.

Ahhh, já ia esquecendo: Que blog Lindo... Cheio de matérias legais. Não deixe de postar.

luciula_lu@hotmail.com

Anônimo disse...

boa tarde
Paula, meu nome é katiucy vou fazer meu tcc da pos graduaçao dos efeitos da eletrolipolise na lipodistrofia localizada....vc tem alguns artigos sobre o assunto?...sera q ficaria legal fazer uma revisao..??
thucygyn@hotmail.com

Patrícia Félix disse...

ola Paula,meu nome e Patricia,estou no ultimo ano de fisioterapia,estou fazendo meu tcc sobre eletrolipolise no feg associadona corrente russa. voce tem alguns artigo sobre esse asunto se tive me envie,por favor.

patriciapfso@gmail.com